ASSOCIE-SE AGORA!

Noticias

voltar

Atuação convincente e ponto importante para a sequência do Gauchão

Jogando em casa, com o apoio de um grande público no Estádio Vermelhão da Serra, o Passo Fundo enfrentou o Internacional na tarde deste domingo (19). Durante a semana, as duas equipes trataram o confronto, válido pela 4ª rodada do Gauchão 2017, como uma partida decisiva, pois o time que saísse derrotado ficaria muito próximo de entrar na zona de rebaixamento da competição. E a partida não ficou abaixo das expectativas.

O jogo começou quente no Vermelhão. E logo aos 11 minutos do primeiro tempo o Passo Fundo abriu o placar do jogo. Após Xaro cobrar falta com perfeição no setor esquerdo de ataque tricolor, o capitão Rodolfo Mól apareceu livre para cabecear a bola no ângulo da meta defendida por Danilo Fernandes. E mesmo após ter vantagem no placar, o Passo Fundo seguiu melhor na partida. Aos 38, Xaro apareceu livre pela direita e cruzou na cabeça de Mikael, que quase marcou o segundo. Levando muito perigo nos contra-ataques e dando pouco espaços para o time da capital jogar, o time comandado pelo técnico Paulo Porto teve uma atuação sólida na primeira etapa.

Na volta do intervalo, logo no primeiro minuto do segundo tempo, Roberson se jogou dentro da área e o juiz da partida Jonathan Pinheiro marcou pênalti. O centroavante colorado Brenner cobrou e empatou o placar. A partida ganhou mais emoção após o gol e continuou intensa. Brandão entrou no lugar de Gênesis e deu mais velocidade ao ataque tricolor. O atacante quase marcou o segundo gol após cruzamento de Xaro, mas o goleiro Danilo Fernandes fez grande defesa. Aos 24, Brenner dominou a bola dentro da área, se desvencilhou de dois marcadores e finalizou no canto direito para virar o jogo. O lance gerou reclamação por parte do Passo Fundo, pois o domínio que deixou o atacante colorado livre para marcar foi bastante duvidoso. O clima esquentou e a confusão entre os dois times resultou na expulsão de Xaro e Brenner. Com 10 jogadores em campo, o Passo Fundo foi com tudo para o ataque buscar o empate. Paulo Porto colocou Giovani e Anderson Paraíba e o time pressionou o Inter até o final. As substituições surtiram efeito. De tanto pressionar, nos acréscimos da partida, o Passo Fundo empatou. Anderson Paraíba cruzou de perna canhota, Saimon disputou a bola no alto com Eduardo Henrique. A bola encobriu o goleiro Danilo Fernandes e fez o Vermelhão explodir com o gol de empate.

O técnico Paulo Porto gostou do resultado e ressaltou a grandeza do adversário. “Foi um bom resultado porque nós enfrentamos um clube da grandeza do Inter. O nosso planejamento é de três em três jogos. Se nesses três jogos (Inter, Juventude e Novo Hamburgo) fizermos quatro pontos, seria uma boa pontuação. Se fizermos cinco pontos, seria ótimo pra nós” disse o comandante tricolor. No próximo sábado (25), o tricolor vai até Caxias do Sul enfrentar o time do Juventude, no Estádio Alfredo Jaconi.

Passo Fundo: Fernando Jr., Juan Sosa (Anderson Paraíba), Rodolfo Mól, Saimon; Maicon, Jessé (Giovani), Rodrigo Possebon, Xaro, Mikael, Saldanha; Gênesis (Brandão)

Técnico: Paulo Porto

Internacional: Danilo Fernandes, Junio, Paulão, Ernando, Carlinhos; Anselmo (Roberson), Charles, Valdívia (Eduardo Henrique), Seijas, Carlos (Diego); Brenner.

Técnico: Antônio Carlos Zago

Foto: Alex Borgamnn

PRÓXIMO JOGO

Passo Fundo

x

Brasil de Pelotas

  • Data: 29/03/2017 / 21:45
  • Local: Estádio Vermelhão da Serra
  • Ingresso: Arquibancadas - R$30,00, Cadeiras - R$50,00
VER DETALHES DA PARTIDA

SOCIAL MÍDIA

COMPARTILHE