ASSOCIE-SE AGORA!

Noticias

voltar

Tudo pronto para a última das decisões

Passo Fundo entrará em campo nesta quarta-feira ainda com chances matemáticas de permanecer na elite do futebol gaúcho

A noite desta quarta-feira (29) marcará a última rodada da primeira fase do Gauchão 2017. Com o final desta etapa chegando, o campeonato ainda precisa definir certas situações. É o caso da zona de rebaixamento, que tem cinco times lutando para fugir dela. Entre eles, está o Passo Fundo. Atualmente na 12° colocação, com 6 pontos, o tricolor do Planalto ainda tem chances matemáticas de permanecer na primeira divisão do Gauchão, caso vença e tenha combinações de resultados paralelos.

De acordo com o técnico Leocir Dall’Astra, o clube teve todas as condições de trabalho que precisavam, mas não conseguiu colocar um bom futebol em prática dentro de campo e isso fez com que a equipe chegasse a situação delicada em que está atualmente. No entanto, para o decisivo duelo contra o Brasil de Pelotas, o comandante tricolor afirma: o clube fará de tudo para buscar um resultado que faça com que o clube possa sonhar com a permanência na elite do futebol gaúcho.

– Nesta quarta, primeiramente, temos que pensar em vencer o jogo mais do que tudo. Tenho certeza que nos deram condições, o torcedor apoiou desde o início, mas, infelizmente, não conseguimos dar resposta dentro de campo. Para o duelo contra o Brasil, faremos algumas coisas diferentes do que já fizemos outras vezes, até para deixar os jogadores mais a vontade e tentar buscar o resultado positivo. Temos a consciência que fazer nossa parte é o mais importante, então vamos nos esforçar para isso – declarou o treinador.

Para a partida, Leocir terá os desfalques de Anderson Paraíba e Brandão, que se lesionaram contra o Caxias. Como eles foram titulares neste último jogo, mais uma vez o time terá uma escalação diferente. Durante todo o campeonato, o Passo Fundo conseguiu repetir seus 11 titulares apenas em duas ocasiões (contra o Ypiranga e contra o Grêmio) e como Leocir explica, isto é algo que também prejudicou no andamento da equipe.

– Essa situação que estamos mexe mentalmente com os jogadores. Não adianta o corpo querer se a cabeça não ajuda. Até por isso tivemos algumas lesões que, se a gente estivesse em uma situação mais confortável, não iríamos ter. Foram muitas lesões para um campeonato tão curto como o Gauchão e isso também atrapalha. A gente não conseguiu repetir a equipe quase nunca, as vezes até por estratégia, mas geralmente foi por causa destes problemas musculares – explicou o treinador.

Nas últimas rodadas, todo jogo foi uma “decisão” para o Passo Fundo fugir do rebaixamento, mas nenhum tão importante quanto o duelo contra o Brasil de Pelotas. A partida desta quarta-feira será questão de vida ou morte e apesar da situação ser delicada, no Vermelhão da Serra, todos acreditam que um “milagre” possa ser feito e o time saia dessa. No futebol, tudo pode acontecer, então até Anderson Daronco apitar o final da partida, o tricolor do Planalto ainda terá chances de permanecer na série A do Gauchão e lutará por isso.

PRÓXIMO JOGO

Passo Fundo

x

Brasil de Pelotas

  • Data: 29/03/2017 / 21:45
  • Local: Estádio Vermelhão da Serra
  • Ingresso: Arquibancadas - R$30,00, Cadeiras - R$50,00
VER DETALHES DA PARTIDA

SOCIAL MÍDIA

COMPARTILHE